Bebê fica ferida e mulher morre após carro invadir parada de ônibus em Brasília

Acidente na manhã desta quarta deixou outras três pessoas feridas. Uma em estado grave

Motorista alegou à polícia que teve um mal súbito enquanto dirigia o Kadett Gls e acabou desmaiando ao volante - Foto: Reprodução

Uma mulher de 54 anos morreu, após um carro com duas pessoas invadir uma parada de ônibus em Brasília na manhã desta quarta-feira (6). Outras quatro pessoas ficaram feridas, entre elas uma bebê de 5 meses que passou por cirurgia.

A gravidade da colisão foi tão grande que a vítima fatal foi arremessada da parte superior do viaduto para a parte de baixo da plataforma inferior da rodoviária. A mulher teve a perna e o pé separados do corpo com o impacto da batida. Ela foi identificada como Gisele Boaventura Silva.

Gisele Boaventura Silva de 54 anos morreu no local – Foto: Reprodução

O veículo, um Kadett com placas do DF conduzido por Ronaldo Soares Costa, alega ter passado mal. As outras vítimas além da criança e a mulher morta, três adultos. Uma mulher identificada como Maria José Castro Santos de 40 anos e que é a mãe da bebê está internada em estado grave. Os outros dois atingidos são homens e estavam conscientes.

A bebê que estava no colo da mãe no momento do acidente, recebeu alta do Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF).  De acordo com o Metrópoles, a menina teve fratura na perna esquerda e precisou mobilizar o membro.

O motorista que dirigia o carro no momento do acidente, Ronaldo Soares Costa, de 54 anos, alegou à polícia que teve um mal súbito enquanto dirigia e acabou desmaiando no volante.

No carro além dele estava a esposa de 36 anos no banco do passageiro. Ela disse que o marido teria sofrido uma convulsão enquanto dirigia, o que fez com que ele perdesse o controle do veículo.

Ronaldo Soares Costa, de 54 anos, alegou à polícia que teve um mal súbito enquanto dirigia e acabou desmaiando no volante. – Foto: Metrópoles
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários