Crianças coreanas mortas após acidente em Formosa do Rio Preto devem ser enterradas neste domingo

O sábado é um dia voltado para cerimônias religiosas da comunidade coreana, que vive na região.

cidente com cinco crianças ocorreu na sexta-feira na Vila dos Coreanos em Formosa do Rio Preto — Foto: TV oeste

Com o G1/Bahia e Jornal Correio

Os corpos das cinco crianças coreanas que morreram soterradas em uma vala, em Formosa do Rio Preto, no Oeste da Bahia, devem ser enterradas neste domingo (1). O sábado é um dia voltado para cerimônias religiosas da comunidade coreana, que vive na região. Os corpos foram liberados neste sábado (30) do Instituto Médico Legal em Barreiras e seguiram para uma funerária. (leia mais aqui)

Segundo o G1 Bahia, as crianças serão enterradas dentro da vila onde vivem, no povoado de São Marcelo que está cerca de 40 km da sede urbana de Formosa do Rio Preto.

O caso aconteceu na sexta-feira (29) (leia aqui). Duas ambulâncias do Samu – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência estiveram no local, mas as crianças já estavam mortas. A coordenadora do Samu, Letícia Damasceno disse ao Jornal Correio que um médico da fazenda já havia constatado as mortes quando as ambulâncias chegaram para o resgate. 

A coordenadora também deu detalhes de como as crianças foram encontradas. “Um médico da vila disse que elas já estavam em óbito. Depois de ver isso, eles chamaram o Samu para registrar as mortes. Não se sabe ao certo quanto tempo elas ficaram soterradas, mas foram encontradas às 12h30”, afirmou ao jornal.

O G1 também disse que a vala tinha sido aberta para melhorar o saneamento da fazenda. O acesso à comunidade é restrito.

Local onde as crianças foram soterradas estava sendo escavado para implantação de uma tubulação de água -Foto: Divulgação/Polícia Militar – Reprodução Jornal Correio  

Entre as vítimas estão uma criança de 11 anos, outra de dez, que faria aniversário em novembro, outra de sete anos, outra de cinco anos e outra de seis anos do sexo masculino. Três deles nascidos na Coreia do Sul e dois nascidos no Brasil, todos eles filhos de coreanos

A prefeitura decretou luto de três dias. Equipes de policiais civis e militares e do Departamento de Polícia Técnica (DPT) estiveram no local para realização da perícia.

Em nota, a Polícia Militar também lamentou a morte das cinco crianças identificadas como Seojun Kang, Ruon Won, Luiz Sun Woo, Rugeon Won e Rio Kin.

1 1 voto
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários