Dois santarritenses morrem em confronto com a polícia de Goiás

Acusados tinham várias passagens pela polícia. PM goiana informou que foi recebida a tiros na tentativa de abordagem.

Armas e droga apreendidas na ação policial – Foto: Divulgação PMGO

Dois homens naturais da cidade baiana de Santa Rita de Cássia, morreram após troca tiros com a Polícia Militar do estado de Goiás no final da tarde desta segunda-feira (20). Segundo a Rotam – Rondas Ostensivas Táticas Metropolitana – ROTAM/GO, o compartilhamento de informações entre as inteligências policiais, indicavam que três homens de alta periculosidade e com extensa ficha criminal, estariam escondidos em Águas Lindas de Goiás.

Ainda de acordo com a polícia, ao iniciar as averiguações com apoio da Companhia de Policiamento Especializado – CPE e dá início ao cerco na tentativa de abordagem em um dos possíveis locais de esconderijos, os agentes foram recebidos com disparos de arma de fogo.

Foto: Facebook / Águas Lindas Mil Grau

No revide dois homens foram atingidos e socorridos por equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – Samu e levados para o hospital ainda com vida. Um terceiro homem conseguiu fugir. A Polícia fez rondas mas ele não foi encontrado.

Os dois homens declarados mortos na unidade de saúde, tinham várias passagens pela polícia. Cleiton de Jesus Landim de 24 anos tinha uma mandado de prisão preventiva em aberto, por duas tentativas de homicídio em Santa Rita de Cássia em 31 de julho e 3 outubro de 2021, contra um mesmo homem.

Já Charles de Lima Bispo de Aguiar, de 20 anos tem pelo menos 5 passagens por roubo sob grave ameaça, entre 2015 e 2018, além de corrupção de menor e uma por ameaças em 2019. Em fevereiro desde ano, Charles também tinha uma passagem registrada na Delegacia de Polícia de Santa Rita de Cássia, por furto e ameaça com base na Lei Maria da Penha.

Na ação foram aprendidas duas armas de fogo de calibre 38 com seis munições, sendo que cinco deflagradas. Também foram apreendidas duas peças de aproximadamente dois quilos de substância similar a maconha.

Cleiton de Jesus Landim e Charles de Lima Bispo de Aguiar – Foto: Redes Sociais/WhatsApp
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários