Santarritense morre em confronto com a Polícia Militar de Goiás

Segundo a PM, o santarritense e mais dois homens furaram um bloqueio na GO-410 e entrou em confronto após veículo bater em cerca.

Edeia, Goiás, Santa Rita de Cássia, confronto
Foto: Divulgação

Um homem natural de Santa Rita de Cássia, na Bahia, morreu na quinta-feira (20), segundo a Polícia Militar Militar de Goiás, após confronto com o Comando de Operações de Divisas (COD), na GO-410, no município de Edeia, cerca de 120 km de Goiânia. Ele foi identificado como Gleidson Silva dos Santos.

LEIA TAMBÉM:

Conforme o COD, os policiais faziam um bloqueio na rodovia quando um Ford KA, com três homens se aproximou, reduziu a velocidade mas furou o bloqueio. Prontamente a equipe do local iniciou uma perseguição pela rodovia estadual. Durante o acompanhamento tático com sinais sonoros, o veículo chegou a parar mas iniciou a nova fuga.

Mais a frente ao tentar adentrar em uma vicinal, perdeu o controle e bateu em uma cerca. Ainda conforme o COD, os três homens desceram do veículo atirando contra os policiais. No revide durante a confronto na incursão, um deles foi atingido, enquanto os outros dois saíram em disparada pela área de mata. Como não havia sinal de celular para chamar o socorro, o homem foi levado ainda com vida na viatura para o hospital em Edeia, onde foi constatado o óbito.

Além do veículo apreendido com registro de roubo em Goiânia, também foi apresentado uma arma de fogo e três peças de maconha.

A família dele faz uma campanha solidária nas redes sociais para arrecadar fundos para arcar com despesas do funeral. Não há informações sobre a data do sepultamento.

COD, Polícia Militar, Goiás
Família de Santa Rita de Cássia, na Bahia, faz campanha para arrecadar fundos.
Sobre Darlan Alves Lustosa 7978 Artigos
Darlan Lustosa é formosense que gosta da escrita e acredita que a política é um meio de transformação da vida das pessoas.Vive e mora em Formosa do Rio Preto, no extremo Oeste da Bahia, com registro profissional 6978/BA e sindicalizado, sobretudo para fortalecer a causa e defender direitos.
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário
Mais antigas
O mais novo Mais Votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Fabrício

Essa reportagem tá totalmente errada, eu moro em Edéia, e sou primo do falecido Gleidson, ele morreu na casa dele, os policiais mataram ele na casa dele, dizendo os policiais que ele revidou, eu fui o único a ver o corpo no hospital, antes dele ir pro iml…