Terremoto de 7,7 sacode Taiwan e Japão emite alerta de tsunami

A primeiras informações apontam para pelo menos 50 pessoas feridas.

Imagem mostra um précio de vários andares caído após terremoto em Taiwan, com risco de tsunami no Japão e Filipinas
Prédio desaba após terremoto de 7,7 de magnitude em Taiwan - Foto: Reprodução

Um forte terremoto de 7,7 de magnitude sacudiu a costa leste de Taiwan na noite desta terça-feira no Brasil e manhã de quarta-feira (3) no horário local. As primeiras informações apontam para 50 pessoas feridas e registro de pelo menos um óbito. Logo após o abalo sísmico, autoridades emitiram um alerta de tsunami para o Japão, que fica a mais de 2 mil quilômetros do local do epicentro.

LEIA MAIS: Portal do Cerrado

Vídeos com imagens impressionantes rapidamente correram o mundo, mostrando prédios destruídos e pessoas buscando abrigos, enquanto outras correram para o meio da rua. Um dos vídeos mostra o recuo do mar na costa do Japão, indicando, possivelmente, um tsunami. Autoridades evacuaram o Aeroporto de Naha em Okinawa, com passageiros levados o 3º andar após alerta.

De acordo com g1, edifícios desabaram na cidade de Hualien, e pessoas estão presas entre os escombros. O texto aponta que este é o mais forte terremoto registrado em Taiwan nos últimos 25 anos. O abalo também foi sentido em cidades da China, incluindo a enorme cidade de Xangai. Ainda assim, não há informações de feridos na capital chinesa.

Vídeos também mostram deslizamentos após o tremor, enquanto parte da capital Taipei seguia sem energia elétrica. Mais de 87 mil imóveis tiveram o serviço interrompido, segundo a empresa que fornece energia na ilha, aponta a CNN.

Pelo menos 10 réplicas com magnitude acima de 5,0 foram sentidas na hora seguinte ao terremoto, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos.

Autoridades filipinas pediram para que moradores das áreas costeiras deixassem o local imediatamente.

Cinturão de fogo do Pacífico

O Círculo de Fogo do Pacífico é formado pelo encontro de várias placas tectônicas, tornando a região uma zona com alta frequência de terremotos e tsunamis. Esta área é responsável por cerca de 90% dos abalos sísmicos e de 50% dos vulcões existentes em todo o planeta. O chamado círculo percorre toda a extensão da costa do Oceano Pacífico.

Imagem mostra mapa do Cinturão de Fogo do Pacífico
Cinturão de Fogo do Pacífico concentra cerca de 90% dos abalos sísmicos – Foto: Reprodução MetSul

Começa com uma ramificação no Oceano Índico e segue pela Indonésia, Sumatra e Malásia até a Placa das Filipinas. Então, o anel abrange toda a Placa do Pacífico, a Placa Juan de Fuca (localizada em frente à costa do Canadá e dos estados americanos de Washington e Oregon), a Placa de Cocos (localizado no Pacífico em frente à América Central) e a Placa de Nazca (junto à América do Sul)

Sobre Redação 5837 Artigos
Perfil da redação do site Portal do Cerrado, site com notícias do Brasil, Bahia e em especial a região Oeste do estado
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários