Alexandre de Moraes, pede vista e julgamento contra Bolsonaro é adiado

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes pediu vista da denúncia de racismo contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), nesta terça-feira (28), e disse que deve retomar a análise da denúncia na próxima semana. Com isso, o julgamento foi adiado.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) acusou o parlamentar de racismo por conta de declarações em uma palestra no Clube Hebraica do Rio.

Antes de pedir vista, o ministro Luiz Fux acompanhou o relator do caso, Marco Aurélio, e votou pela rejeição da denúncia. O placar está em 2 a 2.

Conforme a denúncia, a fala tem cunho discriminatório e incita o “ódio”. De acordo com o G1, o parlamentar afirmou que a PGR quer criminalizá-lo por expressar opiniões, além de ter tirado as declarações de contexto. Caso seja julgado culpado, Bolsonaro pode ser condenado de 1 a 3 anos de reclusão.

Sobre Darlan Alves Lustosa 7973 Artigos
Darlan Lustosa é formosense que gosta da escrita e acredita que a política é um meio de transformação da vida das pessoas.Vive e mora em Formosa do Rio Preto, no extremo Oeste da Bahia, com registro profissional 6978/BA e sindicalizado, sobretudo para fortalecer a causa e defender direitos.
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários