Formosa do Rio Preto na BA lidera ranking do desmatamento do Cerrado

Desmatamento cresceu 28% no Cerrado em 2022.O dados são do Inpe, e foram registrados entre os meses de janeiro e julho

Região do Gerais em Formosa do Rio Preto | Foto: Darlan A. Lustosa | Portal do Cerrado

O município baiano de Formosa do Rio Preto, no extremo Oeste do estado e que faz parte da área conhecida como MATOPIBA, acrônimo dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, faixa conhecida como a última fronteira agrícola do país, teve a maior área desmatada no bioma Cerrado.

Esses estados são os que mais desmataram o bioma, são também os maiores produtores de monoculturas, como a soja e algodão. Essas regiões são responsáveis por três quartos de toda a devastação do Cerrado. Os dados são do Inpe – Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, e foram registrados entre os meses de janeiro e julho, publicados pela revista Carta Capital.

O município lidera o ranking do desmatamento, com 283 km² de perda de vegetação nativa, sendo 99% da superfície devastada Área de Proteção Ambiental (APA).

Somente em 2022, o desmatamento no Cerrado cresceu 28%. Entre janeiro e o fim de julho deste ano, foram desmatados 4.091 km², o maior valor acumulado para o período nos últimos quatro anos. Os dados representam um aumento de 28,2% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Em quase doze meses, a área derrubada no Cerrado foi 5.246 km², no período entre julho e agosto, houve o aumento de 11,5% em comparação a 2021 e 38,3% em relação a 2020.

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários